Colabore com a Fundação Dinarco Reis

A Fundação Dinarco Reis – FDR, entidade organicamente ligada ao Partido Comunista Brasileiro- PCB, abre chamada para militantes do partido, que possuam interesse e disponibilidade para contribuir com a criação de produtos e serviços da fundação, nos auxiliando na consolidação da necessária autonomia financeira de nossa entidade, requisito fundamental para a continuidade de nosso trabalho enquanto instrumento de formação, pesquisa e estudo da realidade brasileira, e de apoio a estratégia socialista PCB e da construção do Poder Popular.

As vagas que serão abertas têm como objetivo encontrar camaradas que possuam condições de exercer um trabalho militante, voluntário, na forma de uma assessoria/consultoria, que nos auxilie na criação e aperfeiçoamento de produtos e serviços a serem oferecidos em nossas plataformas de comércio virtual, em jornadas semanais que não ultrapassem 8 horas, de acordo com a disponibilidade de agenda de quem venha a ser selecionado, para atuação conjunta com camaradas que já integram o GT de produtos da FDR.

O Perfil desejado para esta tarefa, é de camaradas que possuam formação técnica e/ou experiência de trabalho acumulada nas áreas de Marketing de Produtos, Marketing de Vendas, Comércio Virtual e/ou Tecnologia da Informação com foco em desenvolvimento, criação, gestão e manutenção de E-Commerce em WordPress.

O período de inscrição começa hoje, dia 14/06/21, e se estenderá até o dia 30/06/2021, sendo necessário para se candidatar, preencher formulário de inscrição logo abaixo, e que será divulgado em nossas redes sociais.

Posteriormente ao período de inscrição, contataremos cada camarada inscrito ou inscrita, para uma conversa virtual, através de link que será futuramente disponibilizado pela administração da FDR.

Camaradas de qualquer estado ou região do país podem se inscrever, pois as vagas não requerem trabalho presencial.

Contamos com a participação de cada camarada que se sinta em condições e possua a disponibilidade mínima de tempo necessário para contribuir com nossa Fundação.

Saudações comunistas

Fundação de Estudos Políticos, Econômicos e Sociais Dinarco Reis – FDR

Live Participação Popular em Tempos de COVID-19

No dia 04 /06, às 20h, discutiremos o tema “Participação Popular em tempos de Covid-19” num encontro organizado pela Fundação Dinarco Reis, que será transmitido também pelos canais do Jornal O Poder Popular. Numa conjuntura de grave crise sanitária, com mais de 400 mil mortes por COVID 19, traremos a discussão sobre a importância da organização e formação política como estratégia de luta e resistência.  A construção do poder popular torna-se cada vez mais urgente e necessária nos diferentes territórios (no campo e na cidade) para barrarmos a política de extermínio do Estado brasileiro contra setores organizados da classe trabalhadora. A criminalização dos movimentos sociais, com assassinato de dirigentes e chacinas têm sido uma estratégia comum dos setores dominantes referendada pelo Estado. Nessa direção, torna-se imprescindível apontarmos o conteúdo classista dessas ações, bem como os graves impactos da pandemia para a vida da classe trabalhadora, e para a participação popular.Entendendo que os desafios à organização da classe também guardam relação com um cenário de aprofundamento da degradação da vida e ampliação da pobreza, convidamos para este debate os convidados Alexandre Vasilenskas (Psicólogo, Sanitarista e militante do PCB RJ), Mônica Lima (Secretária de Movimentos Populares – PCB CE) e Taisa Falcão (Educadora Popular – VIVE, Secretária CNMO RJ e militante do PCB), com a mediação de Jacque Botelho (Assistente social, militante do CNMO e do PCB RJ). Contamos com a sua participação

Encontros com Fidel. Testemunho de François Houtart.

Encontros com Fidel. Testemunho de François Houtart.

Por François Houtart, professor do Instituto de Altos Estudos Nacionais (Equador), em artigo publicado por Rebelión

Revista IHU On-line

19 de janeiro de 2017

É difícil responder a um pedido de memórias pessoais a respeito de uma personalidade como Fidel sem cair no defeito de falar mais da pessoa que do personagem. No entanto, é o desafio que aceitei. Meu primeiro contato com Cuba data de antes da revolução, em março de 1953, durante um congresso da JOC. Depois de 1959, foi à ilha mais de cinquenta vezes, encontrando-me com Fidel em dez ocasiões. Segue a ordem cronológica enriquecida com reflexões sobre o contexto geral.

Leia mais

De Eduard Bernstein ao novo reformismo – Revisionismo

altMiguel Urbano Rodrigues

A história do movimento operário e do movimento comunista é riquíssima em ensinamentos. Tendo, como sempre teve, que procurar soluções novas para uma sociedade nova em quadros de extrema complexidade e perante uma relação de forças em regra muito desigual, seria talvez inevitável que fossem muitos os erros cometidos, muitas as opções que, em vez de reforçar o movimento, o enfraqueceram e conduziram a derrotas. E é com os erros que mais há a aprender. Evitar repeti-los é evitar repetir derrotas.

Leia mais

Onde está o coveiro? Reflexões sobre o futuro do capitalismo

altRodrigo Gonsalves, texto apresentado no evento “Futuro e Hipótese Comunista” realizado pelo Círculo de Estudos da Ideia e da Ideologia na UFABC.

Ao final do primeiro capítulo do Manifesto, Marx e Engels são contundentes ao afirmarem que “a burguesia produz, sobretudo, seus próprios coveiros. Sua queda e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis”. Desde 1848, data de publicação da obra acima mencionada, o capitalismo já foi colocado em xeque em diversas ocasiões e saiu, se é que pode­-se utilizar este

Leia mais