FDR organiza debate sobre a situação Síria

imagem

Na última quarta feira, dia 12 de abril no Rio de Janeiro, a Fundação Dinarco Reis organizou mais uma importante atividade. Desta vez, o tema foi a solidariedade ao povo e ao governo sírio contra a intervenção imperialista nesse país. O debate reuniu diversos militantes, ativistas e internacionalistas. A mesa contou com as exposições de Ramez Maalouf, pesquisador sobre oriente médio, Marcelo Chalreo, CDH-OAB, Eduardo Serra, Relações Internacionais do PCB, e Marcelo Buzzeto da direção do MST.

Leia mais

JAMES PETRAS: “OS EUA QUEREM ENFRAQUECER A SÍRIA PARA AJUDAR OS TERRORISTAS QUE VINHAM SOFRENDO VÁRIAS DERROTAS”

imagemEm um contato especial com a CX36 nesta sexta-feira, 07 de abril, o sociólogo estadunidense, professor James Petras, analisou as causas do ataque estadunidense contra a Síria, ocorrido na noite de quinta-feira, dia 06. Esse ataque com mísseis dos Estados Unidos a Síria “serve a Trump” para demonstrar internamente que é tão militarista e bélico como Obama, disse Petras. A esse respeito, recordou que “Trump quer enfraquecer as forças da Síria, Rússia e os aliados que estão avançando contra os terroristas que os Estados Unidos apoiam”; além

Leia mais

Fundação Dinarco Reis, no Rio de Janeiro, organiza debate sobre os 100 anos da greve das tecelãs russas.

imagemNo dia 7 de março, a Fundação Dinarco Reis (FDR) e o Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro organizaram um importante e rico debate sobre os cem anos da greve das tecelãs russas e a atualidade do feminismo classista. O debate contou com as camaradas Marta Barçante (Secretária de Mulheres do PCB) e Luiza Tonon (Representante do CFCAM).

Leia mais

Fevereiro de 1917-100 anos: “A Experiência Soviética balizou o séc.20”

imagem

AP Photo / Alexander Zemlianichenko

“A Revolução Russa, assim como em outros países, teve influência direta no Brasil”, diz Ângelo Segrillo, especialista em História da Rússia da USP – Universidade de São Paulo.

27 de fevereiro de 1917, uma hora da tarde em Petrogrado, ou São Petersburgo, então capital do Império Russo chefiado pelo Czar Nicolau II. Insatisfeitos com a falta de trabalho, alimentos e dinheiro, militares e operários invadem o Palácio Tauride e pedem a deposição do czar, o fim do absolutismo monárquico na Rússia e a proclamação da República, que deveria seguir uma linha esquerdista, contemplando iguais oportunidades para todos. Os manifestantes são recebidos então pelo Deputado Alexander Kerensky, que mais tarde viria a exercer funções de comando ao assumir o Ministério da Defesa.

Leia mais

Cuba avança no mapeamento do cérebro humano com a ajuda da China e Canadá

imagem

Cientistas de Cuba, Canadá e China encontram-se em Havana nos dias 13 e 14 de fevereiro para avançar na colaboraçom no estudo do “mapeamento” do cérebro humano e e da neuroinformática, segundo publicaram vários meios.

O evento terá como sede o Centro de Neurociências de Cuba (CNEURO) e servirá para consolidar a cooperação entre os três estados, “aliados na primeira linha científica e médica sobre estudos do cérebro”, assinala o diário Granma.

Leia mais

100 Anos da Greve das Tecelãs na Rússia

alt

O que querem as mulheres? A pergunta marcou o século XX, após uma série de movimentos e conquistas femininas. As Mulheres lutavam pela igualdade de direitos sociais, reprodutivos e políticos. Hoje, ainda lutam contra violência doméstica e sexual, discriminação no trabalho, preconceitos, para resistir, por suas escolhas e sua vida, por mais autonomia…

Feminismo fala de liberdade. Não só para mulheres, mas para toda a sociedade.

Leia mais

Debate: Migrações Femininas

imagem

O Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro – RJ, convida para o debate “Migrações Femininas”, neste sábado.

Para discutir esse tema convidaram:

– Rócio Salazar: Coordenadora do Movimento Cultural Encontros Latinoamericanos;

– Shirley Orozco: Consul da Bolívia no Rio de Janeiro e Pesquisa Social;

– Cleusa Santos: Professora da UFRJ e Pesquisadora de Migrações.

Leia mais